Comércio Interno

Estudo da Cadeia de Valor do Feijão Bóer em Moçambique

Na última década, entre os produtos agrícolas, o feijão bóer teve um crescimento assinalável que o tornou numa das principais culturas de rendimento e de exportação.

Galvanizados pela procura Indiana, vários países africanos, com destaque para Moçambique e a Tanzânia, emergiram rapidamente como exportadores de peso de feijão bóer.

Durante este período, várias ONGs e agências internacionais de desenvolvimento, em parceria com o sector privado local, promoveram massivamente o cultivo desta cultura em Moçambique, convictos de que o seu mercado era indubitavelmente garantido. Como resultado, a produção teve uma subida exponencial, atingindo quase 200 mil toneladas em 2016, concentrada nas províncias de Zambézia e Nampula, maiores centros populacionais.

 BAIXAR Estudo da Cadeia de Valor do Feijão Bóer em Moçambique