BMM assina memorando com a BVM

Data: 07/12/2020
BMM assina memorando com a BVM

A Bolsa de Mercadorias de Moçambique (BMM) e a Bolsa de Valores de Moçambique (BVM), rubricaram recentemente em Maputo, um Memorando de Entendimento.

O Memorando visa garantir a partilha do mecanismo de operações da Central de Valores Mobiliários na execução dos Certificados de Depósito que serão emitidos pela BMM e outras entidades por si licenciadas. Por outro lado, o acordo irá garantir que a BVM faça o registo, liquidação financeira e compensação do Certificado de Depósito, o que irá proporcionar um mecanismo de financiamento directo para o sector agrícola nacional.

O acto foi testemunhado pelo Secretário Permanente do Ministério da Indústria e Comércio, Jorge Jairoce que na ocasião explicou que estão criadas as condições de partilha do mecanismo de operações da Central de Valores Mobiliários na execução dos Certificados de Depósitos, que serão emitidos pela BMM e outras entidades públicas e privadas ligadas ao sistema de armazenamento de mercadorias. Referiu ainda que a Central de Valores Mobiliários efectuará o registo e procederá à liquidação e compensação financeira deste instrumento de crédito bancário, tornando-se um mecanismo de financiamento directo para os produtores e comerciantes.

Por seu turno, o Presidente de Conselho de Administração da Bolsa de Valores de Moçambique, Salim Cripton Valá disse que com este acordo a Bolsa coloca a disposição do mercado mais uma linha de produto, desta feita com o foco virado ao financiamento e facilitação do desenvolvimento da economia rural e agrário, que representa acima de 60% da população de Moçambique.

Durante a cerimónia, a Presidente de Conselho de Administração da BMM, Victória Daniel Paulo afirmou que com a assinatura do memorando, os pequenos produtores e todos os intervenientes na cadeia de produção, armazenamento e comercialização de mercadorias vão poder usar a Central de Valores Mobiliários para aceder ao crédito bancário. “Este é um acto muito relevante porque estamos no processo de completar o ecossistema de funcionamento da Bolsa de Mercadorias de Moçambique. Estamos de braços dados para fazer crescer a economia moçambicana”, disse Victória Paulo.