LANÇAMENTO OFICIAL DA CAMPANHA DE COMERCIALIZAÇÃO AGRÍCOLA

Data: 17/07/2019
LANÇAMENTO OFICIAL DA CAMPANHA DE COMERCIALIZAÇÃO AGRÍCOLA

O Primeiro-ministro da Repύblica de Mocambique, Carlos Agostinho de Rosario,dirigiu recentemente, na província de Manica, distrito de Vandúzi, as cerimónias centrais do Lançamento da Campanha de Comercialização Agrícola, que decorreu sob oLema “Comercialização agrícola como factor dinamizador do agro-negócio e competitividade agrícola”.

O evento teve como objectivo exortar, apelar e motivar aos produtores e intervenientes da cadeia de valor da comercialização agrícola para serem activos na campanha de 2019.

Na ocasiao, Carlos Agostinho do Rosario, sensibilizou aos produtores a pautar pela implementação da Caderneta da Comercialização Agrícola, um instrumento pertinente na facilitação do processo de monitoria dos  intervenientes da comercialização agrícola.

O evento serviu igualmente para o estabelecimento de parcerias entre produtores, agentes económicos, provedores de insumos e empresas de prestação de serviços para o desenvolvimento de agro-negócios do sector; a divulgação das potencialidades agrícolas e oportunidades de produtos agrícolas a serem comercializados em cada distrito; assegurar o intercâmbio e boas práticas de comercialização agrícola entre os produtores e agentes económicos no processo de comercialização de excedentes; sensibilizar e motivar os produtores, agentes económicos e a sociedade civil a organizar-se em associações de forma a aumentar a produção e produtividade; a divulgação e disseminação do Fundo Rotativo para a Comercialização Agrícola (FRCA), entre outros.

Durante o evento, forão premiados e entregues de Diplomas aos melhores intervenientes da campanha de comercialização agrícola 2017/8.

Participaram do evento, o Ministro da Agricultura e Segurança Alimentar, Higino de Marule,  Governador da Província de Manica, Manuel Rodrigues Alberto e Administradora de Vanduzi, Eulalia Nhatitima.

 A exposiçāo contou com instituições públicas, empresas privadas, intervenientes na comercialização agrícola, agro-processadores industriais, parceiros de cooperação e população em geral.

O evento teve replicas nas provinicias de Maputo, Inhambane, Gaza, Sofala, Zambezia, Tete e cidade de Maputo cidade de Maputo, e contou com a realização de feiras agrícolas para a exposiçao do potencial agrícola local e toda cadeia de valor.

 

Nestas cerimónias, o MIC foi representado pela Direccāo Nacional do Comércio, ICM, IPEME, INNOQ e APIEX.